Arquivo da categoria: Sem categoria

O curriculum mortis e a reabilitação da autocrítica, por Leandro Konder

A sociedade, modernizada, precisa de organização, eficiência. Para obter um emprego, para conseguir uma promoção, fazer carreira, o sujeito precisa exibir suas qualidades, ostentar seus êxitos. Já existem até manuais que ensinam o cidadão a preparar seu curriculum vitae. A … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

O Amor e a amizade

“Meu Deus! Como é engraçado. Eu nunca tinha reparado como é curioso um laço. Uma fita dando voltas. Enrosca-se, mas não embola. Vira, revira, circula e pronto, está dado o laço. É assim que é o abraço (…) Ah, então … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

Uma manhã de lealdade sobre os colchões

Publicado originalmente em Luinha:
Ontem, dentre outras coisas, discutia com minha amiga xará gaúcha um tema gostoso de se tratar, a fidelidade. Fiquei nostálgica do velho lobo mau. Lembrei-me logo quando lhe disse que escreveria no site da Luinha sobre…

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

Saudade

Saudade danada do que se foi e levou tanto assim de mim. Que me deixou mais cheia cheia de ti em mim Cheia de responsabilidade buscando da memória que se esvai tão fundo sem mim

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

Ao invés de se ver… só vê o outro. A inveja

Círculo Vicioso Bailando no ar, gemia inquieto vaga-lume: – Quem me dera que fosse aquela loura estrela, que arde no eterno azul, como uma eterna vela ! Mas a estrela, fitando a lua, com ciúme: – Pudesse eu copiar o … Continuar lendo

Publicado em Poesia, Sem categoria | Deixe um comentário

Coisas de amor são finezas que se oferecem a qualquer um que saiba cultivá-las, distribuí-las, começando por querer que elas floresçam…. E não se limitam ao jardinzinho particular de afetos que cobre a área de nossa vida particular: abrange terreno … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

Uma manhã de lealdade sobre os colchões

Ontem, dentre outras coisas, discutia com minha amiga xará gaúcha um tema gostoso de se tratar, a fidelidade. Fiquei nostálgica do velho lobo mau. Lembrei-me logo quando lhe disse que escreveria no site da Luinha sobre fidelidade. Nos tempos áureos … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário