Arquivo do mês: junho 2009

Quinhão curto, meu pirão primeiro

Nem contei, né, mas esses dias tivemos a posse do novo presidente da Associação Comercial do Rio. Parabéns!. O que me incomodou diz respeito  às práticas que vimos por conta do evento festivo. Tivemos desde cedo até o meio da … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

Mina D’água

Olá bom dia Dormi cedo, acordei ainda nem estava a raiar o belo dia. Gente, que friozinho… O Rio amanheceu sem nenhuma neblina. Céu estrelado, de lua, tudo tão lindo por aqui. Os passarinhos cantam alvissareiramente anunciando a vida que … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

Assédio ao lobo mau.

Tenho tido manhãs produtivas e noites de soninho cedo. Acordei fiz 2 exercícios do Chi Kun tomei um banho de 20 minutos lendo o jornal e, depois, sem pensamento algum, tudo só água,  eu inclusive. Uma cachoeira de águas mornas. … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

Manhãs coloridas

Ai ai…  hoje acordei em ritmo de Beto Guedes cantando “Quando te Vi”. Tudo de bom essas manhãs coloridas. Acordei e enquanto tomava café comentei a réplica de Lu ao email de Chico.  Ou seria ao contrário? O email de … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

Arriê… festejos juninos

Olá bom dia amigos corujões Lu, dormi cedo, pois ando exausta mesmo. Os pinos estão batendo. A labirintite diz presente. Minha Naninha também está com muitas provas da faculdade pra dar conta. Tenho lhe dado a vez. Acordei de madrugada … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

Encontro com a saudade

Ai ai que saudades de andar por aqui. O luar está desenhando o céu como uma unha pintada de princesinha. Minha  amiguinha Lú diz que está uma casquinha fininha. Nem o tom azul índico luminoso, os passarinhos assanhados que me … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

Cavalos marinhos

Sinto uma falta do lobo mau, cara de pica-pau, não, é cara de mingau. Um dia desses fui incitada a refletir sobre encontros e despedidas. Fazia-me crer que as relações deveriam ter prazo de validade. Tão cuidadoso e lindinho, lembrara … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

A FARRA DOS CARRAPATOS

Olá bom dia Mais uma obra-prima do Professor Juremir Machado da Silva, meu cronista predileto. Uau, ele mexe na ferida de forma dolorosa. Tenho sentido uma saudade extrema de meu lobo mau. Culpa da Lu que abana, abana e abana … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

Papo em dia com a Xará Gaúcha

Olá querida amiga Xará, bom dia Por aqui um frio arretado para nós cariocas acostumados com dias mais calorentos. Mas vc nem imagina como o céu tem estado azul e o Rio de Janeiro, mesmo com suas perversas mazelas, continua … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

A alma se despe na cozinha

Inúmeras vezes já contei que cozinhar para mim é um processo de construção da arte. Uma visita deliciosa e por vezes até curativa à minha alma.Um despir da aura e um acalento dos sentidos. Lembro-me que ainda jovem, na época … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário