Mahabharata

Espetacular! Vi um dia desses e fiquei encantada e emocionada.

 

Trata-se da história do mundo dos homens de todos os tempos.

Abraços

Luinha

Mahabharata

Extraordinário filme sobre o clássico hindu, que narra a luta entre clãs rivais para decidir o controle do mundo. "A Grande História dos Bharatas", a tradução literal, é o principal épico religioso da civilização indiana e também o maior poema de todos os tempos, com cerca de 200 mil versos. Para se ter uma idéia, isso equivale a sete vezes a soma da Ilíada com a Odisséia, os dois épicos atribuídos ao poeta grego Homero, que inauguram a literatura ocidental. Em sanscrito, bharatas quer dizer originalmente "saqueadores", termo que deu nome às tribos arianas que teriam ocupado a Índia por volta de 1.700 a.C., O Mahabharata narra a guerra entre Pandavas e Kauravas – duas famílias com laços de parentesco muito próximos – pela posse de um reino no norte da Índia. Os momentos que antecedem o confronto final, conhecido como Batalha de Kurukshetra, compõem o trecho mais famoso do poema, conhecido como Baghavad Gita ("Canção do Divino Mestre"). É quando o príncipe Arjuna, em crise de consciência por estar combatendo amigos e familiares, cogita desistir da luta e entra em diálogo com o deus Krishna, que o convence de que aquela guerra faz parte do destino do seu povo e não pode ser evitada. Nesse "grande poema do mundo", revelam-se as origens de crenças, lendas e personagens mitológicos da cultura oriental. Quem gosta da Índia, de sua filosofia e dos seus costumes, certamente vai adorar este filme. Tudo começa quando um velho sábio e poeta chamado Vyasa, encontra um jovem príncipe e lhe pede que ouça a sua história. O príncipe revela-se ser o Ganesha, o deus de corpo humano e cabeça de elefante, que então começa a anotar tudo o que Vyasa lhe diz. Vyasa fala da criação da humanidade, da vinda de Krishna à Terra, como manifestação do deus Vishnu, da guerra entre os Pandavas e Kauravas e de inúmeras divindades e seres em luta com as suas paixões e os seus sentidos. O modo de vida, a busca da iluminação, a presença dos deuses entre os humanos, e a crença no karma e no dharma. Tudo está no filme, em interpretações vigorosas de um elenco bem heterogêneo: atores e atrizes de 42 países foram selecionados pelo diretor Peter Brook. Absolutamente imperdível

 

Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s