Arquivo do mês: abril 2008

Mudança de paradigma energético

Bem… creio que as idéias do economista Ignacy Sachs são sábias. Vale a pena conferir. Beijos  Luinha   http://www.agencia.fapesp.br/boletim_dentro.php?id=8775 A era dos biocombustíveis Sachs defende a produção de biocombustíveis privilegiando o uso de áreas desmatadas e, no caso brasileiro, principalmente das pastagens … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | 1 Comentário

Mãos cheias de semente

Presentinho de Lu. A estrada da vida pode ser longa e áspera.  Faça-a mais suave, caminhando e cantando com as mãos cheias de sementes.                                            (Cora Coralina) 

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

É o Amor

Ai ai… Tenho organizado minhas seleções musicais com afinco. Esta noite resolvi envolver-me com a audição só de canções sobre o amor. Ai ai… Sempre fico pensando se tem gente assim tão boba como eu. Desconfio que não. Maria Bethânia … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

O Remédio é Olhar

  Ando ocupadíssima com meus afazeres, consertos e acertos, mas não resisti ao belíssimo presente de Rubem Alves. Uma oferta gentil pra nós mulheres de todas as idades. Estou na luta. Jamais perderei a capacidade de olhar. Beijinhos Luinha “ … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

Lembranças…

Lu enviou-me ontem um texto espetacular sobre suas lembranças na casa de seus avós. Recordei imediatamente do cheiro gostoso que vinha do fogão na casa de meus avós no Méier ou em Rio das Ostras. Minha avó era uma doceira … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

O palavrão

Tenho o hábito de andar de meia. Iniciei a prática desde que vim morar em Santa Teresa e passei a encarar meu lar como um santuário, que precisa se manter limpo e asseado. Algo indispensável tendo em vista a enorme … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

É preciso aprender a brincar.

Tem dias que a gente de sente, como quem partiu ou morreu… Estava por aqui sentindo profundamente a força da roda da vida e entregue aos meus uiuis..   Ao longe o armamento pesado da guerra numa comunidade de favela … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário