Fruta Mulher

Sinto-me fascinada com o cheiro do maracujá em minhas mãos.

Estou reintroduzindo aos poucos frutas em minha alimentação. Serei parcimoniosa com as porções. Hoje comi melão. Amanhã tomarei meio copo de maracujá. Depois comerei uma ameixa. Ando doida para comer manga palmer, laranja e abacate. O abacate colhi

da cinqüentenária árvore da minha casa em Rio das Ostras. Os seus frutos são divinos.

Adoro banana, mas elas estarão fora do cardápio por enquanto.

Tenho estudado muito sobre a questão das florestas no Brasil. Ando esperta até mesmo com as questões dos commodities. Se alguém quiser trocar algumas idéias, serei toda atenção.

Voltei a preparar meus filminhos. Descobri por acaso a solução do problema no Movie Maker.

Nota mil para o atendimento do suporte da microsoft. Irrepreensível o respeito que eles têm pelos clientes. A UOL também vai indo bem nessa área.

Consegui enfim me ver livre do provedor Terra. A empresa é degradante e suja. Atende de forma péssima seus clientes e age de má fé.  Consegui arrancá-los de meu caminho à  fórceps.

Minha criatividade não anda nenhuma Brastemp, mas o meu humor anda quase no ponto certo.

Fiz um recreio esperto e assisti um filme seriado no GNT, hoje,  no final da tarde. Estou ansiosa pra ver amanhã o desfecho da mulher que mantinha 2 casamentos concomitantes – saudáveis e ativos. Lembrei-me logo do Jô, um amigo querido que não veja há anos. Ele tmabém adorava viver perigosamente dividido.

Aproveitei e engatilhei no programa do Jaime Oliver. Indentifico-me com suas peripécias gastronômicas. Imperdível sua receita de caezar salad. Amanhã vai rolar por aqui com algumas adaptações que serão necessárias. Continuo firme sem ingerir carboidrato.

Estou quase livre da internet. Alcançarei minha independência dentro em breve. Agora durmo bem cedinho e acordo cedão.

Só falta introduzir caminhadas regulares, rotineiras bicicletadas e a dança em minha vida. Ai ai…

Decidi que não irei passar o aniversário de Lu de Vitória nas terras gaúchas. Estou apertada. A grana esta pra lá de escassa.

Quanto aos passeios está firme a visita à região de Piracicaba, assim que o carro ficar inteiro de novo.

Irei à Campos, para passar uns dias com minha prima que vai operar.

Faremos o requisitado (pelas filhas) passeio de mães e filhas nas terras altas em Visconde de Mauá. Lavarei a alma nas águas frias das cachoeiras do Alcantilado.

Agendei também um sábado alegre com um amigo dos tempos de faculdade. Iremos à região que mais gosto das serras de meu estado. Lá vem o passeio na Teresópolis-Friburgo de novo.

Sinto saudades  

 

Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s