Prioridades para 2007

São 8:32 e eu aqui a postos esperando um pouco mais para ir a feira comprar uns legumes para grelhar para a ceia de amanhã. Estou cheirosíssima, acabo de tomar banho, lavar as madeixas e passar creme de pêra da Victoria Secret. Desde os 47 que passei a usar o delicioso creme todos os dias. Digamos que passou a fazer parte do meu sex appeal. Coloquei calça de tecido xadrez miudinho, azul e branca, e uma camiseta de malha Hering azul marinho, decote v. São roupas antigas, macias. O anjo que cuida de nós por aqui sabiamente vem renovando as peças mais a vista no armário. É o resultado do trabalho feito com carinho e competência, ontem ao se despedir declarou-me o seu amor aos prantos. Dei-lhe um abraço gostoso e afirmei o quanto ela era importante para mim. Sem dúvida alguma ela é. Adoro ficar de tiete conversando com ela sobre minha mãe. Ambas morremos de saudades.

Com minha dieta, em 6 meses recuperei o peso de 6 anos atrás – “6 anos em 6 meses” – parece até propaganda eleitoral. Continuando assim, ao final de 2007 estarei com a qualidade de saúde dos meus 32 anos. Isso é muito bom! Terei que adequar algumas coisas na dieta para me alimentar melhor. Ontem por exemplo quando desliguei o pc me deu um desejo enorme de comer ovo caipira. Lá estava eu a meia noite fazendo um ovinho cheia de culpa, não por estar comendo, posso me dar  este luxo, mas já era o segundo do dia. Outro dia comi 2 de uma vez mexidos com alho poró.  Ui ui… isso é delicioso e sou mestre em preparar esse prato afrodisíaco. Tenho alguns segredos para  torná-lo perfeito.

Como estamos chegando aos finalmente deste ano difícil queria dizer que o saldo foi positivo. Mudei, mudei e mudei. Estudei muito, conheci pessoas incríveis, fiquei sem fôlego pela dor e pelo prazer, fiquei frustrada e chorei poucas vezes, sorri bastante, cantei, dancei, senti pouco medo, manipulei os sonhos e senti muita saudade. Confesso que algumas vezes foi difícil suportar a saudade de gente tão especial, que se foi, mas o amor, a confiança e o respeito que lhes atribuo estão impressos em mim, tornaram-nas eternas.  Algumas vezes brinco e converso com elas. Outro dia pensava sobre isso, tem gente que pensa que a eternidade se submete ao comércio de bens, que depende de espiar a culpa e entrar no paraíso, igualzinho pensavam os homens que saíram pelo mundo nas Cruzadas, ledo engano, não há moeda de troca, é tão mais simples, está disponível no amor que transborda por aqui mesmo.

Bem… para o ano novo pretendo gerar ainda mais amor,  para isso precisarei de coragem e muita boa vontade comigo. Quero fazer boas escolhas, que gerem vida de qualidade e que se recusem alimentar meus lixos emocionais. Desejo mais discernimento para encerrar o tentador jogo da culpa e permitir a visão da beleza e poesia cada vez mais.

Uia sou é trabalhosa e o papai noel já passou. Creio que a labuta sobrará só para mim mesma. Trata-se de cuidar de minha essência. Será que é o tal jardim que alguns poetas alardeiam? Estarei envolvida com isso em 2007, são minhas prioridades.

Com amor

Luinha

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s