Arquivo do mês: agosto 2006

Os Ombros Suportam o Mundo

Os Ombros Suportam o Mundo Carlos Drummond de Andrade Chega um tempo em que não se diz mais: meu Deus. Tempo de absoluta depuração. Tempo em que não se diz mais: meu amor. Porque o amor resultou inútil. E os … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

Flor da Morte

                  . "Na morte, não. Na vida. Está na vida o mistério. Em cada afirmação ou abstinência. Na malícia das plausíveis revelações, no suborno das silenciosas palavras…." O mistério – do livro "Flor da morte".

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

é viração

Tenho 20 minutos antes de sair de casa. Um desafio vir aqui assim e despir-me com tempo marcado. .. Imediatamente veio aquela velha vontade de ouvir um som, mas nem dá tempo. Dei bom dia para algumas amigas por aqui. … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | 1 Comentário

Encarando as mudanças.

Bem… acho que plutão anda influenciando meus caminhos. O Juremir entende bem disso. Bom dia! Luinha PLUTINHO Juremir Machado da Silva A bomba da semana foi mesmo o rebaixamento de Plutão. O mundo nunca mais será o mesmo depois disso. … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | 2 Comentários

Foi culpa da lua

Bem precisei vir aqui bem depressinha, antes de ir ao trabalho, contar-lhe sobre 2 músicas maravilhosas que merecem um destaque especial. Ai ai… maravilhosas. Minha filha não consegue entender porque fico derretida ouvindo essas belezas. Um dia descobrirá. É pura … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | 1 Comentário

O banquete. O Amor

Estava aqui divagando sobre a folgança e alegria que perpassava meu corpo quando retornei do trabalho na última sexta-feira. O centro do Rio fervilhava de vida ao final do expediente. Eu vagava pra lá e pra cá. Às vezes uma … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | 1 Comentário

Comendo Jabuticabas

Acabo de assistir a uma mensagem sobre as jabuticabas de Mario de Andrade. Imediatamente cutuquei os velhos ossos e senti-lhe as articulações muito doídas. Creio que o tempero de boa música relaxante, o embriagante dia ensolarado com céu naquele tom … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

Clube da Lua

Acordei uma hora mais tarde hoje. Ando cansada e com dores pelo corpo. Faltei todas as aulas de hidro desta semana. È algo muito prazeroso exercitar-me naquela água quentinha, mas sinto-me dividida, a cabeça diz sim e o corpo, não. … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | 2 Comentários

É viração

Vim aqui contar-lhe que ando muito inibida. Meu cronista predileto deseja um encontro com sua fã carioca. Deixou-me um tanto ansiosa a perspectiva de conhecê-lo sob essa condição. Tive o prazer de estar com ele e até cumprimentá-lo no lançamento … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | 1 Comentário

Arrogância e razão

Recebi um daqueles emails perfeitos com a mensagem “Quando me amei de verdade”. Já conhecia, mas tem coisa que chega na hora certa. Separei um versinho da mensagem “Quando me amei de verdade, desisti de querer ter sempre razão e, … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário